fbpx

Termômetro de Kanitz: salve empresas e conquiste novos clientes

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Você sabe ou faz ideia de quantas empresas fecharam nos últimos anos?

A princípio, podemos dizer que há um grande esforço por parte de profissionais e empresários de diversas áreas em começar um novo negócio ou mesmo regularizar a sua empresa perante os órgãos legais.

Ao mesmo tempo, há empresas que não duram sequer um ano completo, simplesmente pela falta de planejamento ou devido a circunstâncias externas que não haviam sido consideradas para que a empresa conseguisse dar uma guinada em sua área de atuação.

Um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, por três anos consecutivos (de 2014 a 2016), mais empresas fecharam do que abriram no Brasil.

Para você ter uma ideia, 648.474 empresas registraram entrada no mercado, enquanto 719.551 registraram saída.

Quanto ao índice de sobrevivência das empresas, o mesmo estudo apresentou dados alarmantes: apenas 38% das que deram entrada no mercado em 2011 sobreviveram até 2016.

Isso significa que, de acordo com os dados apresentados, 1 em cada 4 empresas abertas em 2011 não sobreviveram nos anos subsequentes.

Esses são dados alarmantes que deixam empreendedores preocupados, uma vez que, se as suas empresas não tiverem uma gestão adequada e não contarem com uma contabilidade que lhes façam enxergar quais são os maiores riscos financeiros que estão sujeitas, podem, em última análise levar o seu negócio a fazer parte dessa triste estatística.

A pesquisa não indica quais foram os motivos das empresas fecharem as portas, mas podemos imaginar que, se houvesse uma previsibilidade de falência gerida por uma contabilidade eficiente, provavelmente muitos dos quadros poderiam ser revertidos.

Ou seja: muitas contabilidades influenciaram, direta ou indiretamente, no declínio de muitos negócios que poderiam estar ativos hoje.

Consequentemente, essas mesmas empresas estariam hoje no mercado contando com o serviço de contabilidade que, inclusive, poderia ser a sua.

Por esse motivo, quero que você acompanhe comigo, no artigo abaixo, como o termômetro de Kanitz pode evitar que empresas de todos os tamanhos e tipos cheguem a falência.

Além disso, veremos como você e sua contabilidade podem usar essa estratégia para transformar o seu escritório contábil em referência de segurança para os empresários.

Kanitz: o que é e por quê é tão importante

Antes de falar sobre a aplicabilidade do termômetro de Kanitz, precisamos explicar o seu conceito e para que ele serve.

O termômetro possui esse nome porque foi elaborado pelo professor Stephen Charles Kanitz, que realizou uma análise de 5000 demonstrações contábeis de empresas financeiras.

Através dessas análises, Kanitz criou uma escala com base em índices compostos de liquidez, de forma que fosse possível, com esse instrumento, prever o grau de insolvência de uma empresa.

O método desenvolvido pelo professor Kanitz é semelhante a um termômetro financeiro, onde há 3 métricas a serem observadas:

Área de solvência:

Nessa área estão as empresas que possuem o fator de insolvência maior que zero, ou seja, são as empresas com o menor risco de falência. Conforme aumenta o fator de insolvência, menor é a probabilidade de uma empresa quebrar.

Área de penumbra:

Empresas que estão entre a faixa de zero e -3, que estão com o risco muito alto de insolvência e merecem uma análise mais criteriosa.

Área de insolvência:

Para as empresas que estão com o fator menor que -3, a probabilidade de falência é enorme, e aumenta cada vez mais conforme o fator de insolvência diminui.

Esse termômetro, bem como a sua usabilidade nos demonstrativos financeiros, não é somente fundamental para as empresas estarem sempre de olho na sua condição e nas medidas que precisa tomar antes de chegar a um ponto irreversível de insolvência.

É fundamental, principalmente, para garantir que o gestor seja eficiente nas tomadas de decisão que afetem diretamente as contas de sua empresa, de forma que consiga se precaver de investimentos e despesas desnecessárias, possibilitando uma gestão financeira inteligente.

Entretanto, para que o empresário chegue a essas conclusões, ele precisa contar com a consultoria de um profissional contábil analítico e criterioso, que consegue enxergar gaps na saúde financeira de seus clientes e entregar mais do que informações jogadas ao vento.

Como a sua contabilidade pode usar Kanitz para salvar empresas

Sabemos o quanto as informações financeiras são valiosas para uma empresa e o quanto elas impactam negativa ou positivamente seu avanço.

É por isso que, periodicamente, os demonstrativos financeiros são apresentados aos empresários.

Entretanto, estamos em uma época onde simplesmente elaborar uma apresentação em Power Point e mostrar números não é mais suficiente.

Seu cliente não quer saber de gráficos coloridos ou de diversas linhas com informações em uma planilha de Excel que ele sequer consegue entender o que significa.

Você, amigo contador, é aquele que será responsável em mostrar para o seu cliente o real problema a empresa enfrenta.

As informações são importantes somente se elas entregarem mais do que o óbvio, ou seja…

Os números de uma demonstração financeira precisam ser elementos que transformam problemas em soluções para o seu cliente.

Partindo desse pressuposto, você precisa de ferramentas que consigam colocar em prática esses números para trabalhar por você.

Elaborar indicadores como o termômetro de Kanitz manualmente é praticamente impossível, pois o risco de dar errado é muito alto e, pior do que isso, você pode comprometer toda a análise financeira de uma empresa…

Por isso, recomendo que você conheça o Report Contábil.

Hoje, ele é o único dashboard financeiro do mercado que já possui o termômetro de Kanitz dentro da plataforma.

Sua contabilidade pode, com essa ferramenta, ser assertiva na apresentação das demonstrações financeiras, com dados que importam de verdade para o seu cliente.

Além disso, com o índice de Kanitz a disposição, sua contabilidade pode precaver muitos empresários de levarem a sua empresa para o buraco.

A sua contabilidade pode, a partir de hoje, ser esse agente de salvação para as empresas.

Usando Kanitz como argumento para atrair novos clientes

O termômetro de Kanitz é certamente um um instrumento elaborado para o benefício dos empresários.

Mas é também um ótimo instrumento para a contabilidade.

Já parou para pensar que, ao salvar empresas com esse método, a sua contabilidade entrará no radar do mercado?

Quantas empresas, hoje, não sabem com qual contabilidade devem fechar negócio?

Mais do que isso: há muitas empresas que estão, neste momento, a beira da falência e não sabem como proceder.

Essa é a oportunidade que sua contabilidade pode utilizar para livrar essas empresas de uma insolvência definitiva.

Percebe como o termômetro de Kanitz deixa simplesmente de ser uma forma de salvar seu cliente, como é também um argumento que pode levar sua empresa contábil para outro patamar?

Seja, a partir de hoje, o transformador de paradigmas das empresas e deixe que os empresários sejam os principais propagadores da excelência do seu escritório contábil.

Gabriel Capano

Gabriel Capano

Já passou por mais de 100 escritórios contábeis nos últimos anos, atendendo clientes como BDO, Grant Thornton, RSM, NTW, JR Contabilidade dentre outros inúmeros, viu o que funciona e o que não funciona por todo Brasil.Vem ajudando empresários contábeis a não perderem tempo com tarefas manuais e repetitivas, para focar no que realmente gera valor para os seus clientes.

Fique a vontade para comentar nosso post!

Cadastre-se na nossa Newsletter

Não se preocupe não enviamos spam!